Projeto Circular Campina – Cidade Velha chega à terceira edição dia 19 de outubro

imagem-circular (1)

O projeto Circular Campina – Cidade Velha chega à sua terceira edição no próximo domingo (19), desta vez com mais parceiros: já são 18 estabelecimentos de arte e cultura, lojas e restaurantes reunidos para estimular a circulação de pessoas nos logradouros onde Belém foi fundada, despertando assim a atenção para o patrimônio histórico da cidade. Além disso, o projeto continua com sua outra importante missão, a de iniciar a transformação dos bairros em verdadeiros redutos culturais da capital paraense. Toda a programação tem entrada franca.

 Participam do Circular a Kamara Kó Galeria, Atelier Sopro da Michelle Cunha, Atelier do Porto, Atelier do Sebá Tapajós Jr, Atelier da Drika, Casa Dirigível Espaço Cultural, Elf Galeria, Associação Fotoativa, Gotazkaen Galeria, Belchior – Escola de Beats, Loja de discos discosaoleo, Hope Skateboards, Editora da UFPA, Associação dos Amigos do Arquivo Público (Arqpep), Restaurante Dona Joana, Restaurante Largo da Palmeira, Bar do Rubão e Tapioquinha da Dona Cleia. Como parceiros institucionais, o projeto tem o Fórum Landi e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e do e o Comando de Policiamento Turístico da Polícia Militar.

A programação inclui exposições de artes visuais, shows musicais e ainda, pela primeira vez, exibição de um documentário e oficinas de arte e esporte destinadas à educação patrimonial. Serão ofertadas quatro atividades, gratuitamente e sem necessidade de inscrição prévia, aos moradores dos bairros. Esta etapa é considerada um avanço do grupo que organiza o projeto, já que mesmo sem patrocínio, foi possível ofertar as atividades. Para o DJ Athos Jorge, da Belchior – Escola de Beats, esse aspecto é fundamental e foi o que motivou a sua participação no projeto.

“É uma ideia muito interessante até porque está sendo realizado de espontânea vontade. Além disso, é um projeto que olha para questões do bairro. A gente sabe que os moradores já sentem necessidade de mudanças e de melhorias. Quando entendi o projeto, já pensei até em algo maior, já que Belém tem uma forte tradição cultural, em diversos aspectos, como gastronomia e arquitetura”, opina.

Esta é a primeira vez também que a Editora da UFPA participa do Circular e vai promover uma ação para estimular o público: diversos vale-livros serão distribuídos nos espaços participantes do projeto e quem encontrá-los terá direito a um título gratuito da Edufpa. “Também estaremos com descontos de 20% a 30% em livros de editoras parceiras e 50% em todos da Edufpa, e no dia 19,  domingo, às 10h, divulgaremos nas redes sociais do Projeto Circular e da ed.ufpa um mapa único com dezessete dicas, pois haverá um vale-livro no entorno de cada ponto do circuito”, explica a diretora Simone Neno.

Outra novidade é a exibição do documentário “Crônicas (Des)medidas”, de Alyne Vaz, às 16h, no Fórum Landi. O filme é um média metragem de 28 minutos que conta parte da história de pessoas que estiveram internadas no Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico do Pará. São quatro histórias de pessoas estigmatizadas: loucos que entraram em conflito com a lei. As filmagens foram feitas em Paragominas e Belém, acompanhando os casos das pessoas não internadas, mas também no interior do HCTP, localizado no Complexo Penitenciário de Americano, em Santa Isabel, com pessoas ainda internadas.

  • Sobre o projeto

O projeto Circular Campina – Cidade Velha foi idealizado por Makiko Akao e surgiu da necessidade de se começar a pensar em ações socioculturais voltadas à valorização do centro histórico de Belém. A idéia é comemorar os 400 anos da capital paraense, a ser celebrado em 2016, com melhorias efetivas nos bairros primeiros da cidade. A primeira edição ocorreu em dezembro de 2013, ainda como projeto piloto e apenas com seis parceiros. Outras duas edições oficiais aconteceram em junho e em agosto de deste ano. As próximas estão marcadas para ocorrer em 7 de dezembro e 11 de janeiro de 2015.

Visite: www.projetocircular.com.br

PROGRAMAÇÃO OFICINAS 

OFICINAS  – Direcionados prioritariamente para as crianças do bairros de Campina e Cidade Velha. (Gratuito) 

  • Dança

Oficina de Dança Contemporânea: Dançando na Campina (dança para todos)

O Movimento como ponto de partida para estimular o corpo que estará em processo de  contínuas mudanças através do seu próprio movimento e incentivar outras formas de pensar a dança.

Instrutor: Danilo Bracchi

Horário: 16h às 18h

Local: Casa Dirigível – Trav. Padre Prudêncio, 731

Informações: (91) 3355-5861 ou 8225-2218

Faixa etária: de 15 a 100 anos

  • Música

Workshop de Iniciação à música eletrônica

Iniciar os alunos nos ensinamentos e percepções da Música Eletrônica estimulando e  qualificando a cena regional e possibilitando um encontro entre os apaixonados pelo gênero.

Instrutor: Athos Pinheiro Costa Jorge

Etapa 1: atividades de percepção rítmica e percussão corporal

Etapa 2: apresentação de filme sobre história da Música Eletrônica

Etapa 3: oficina de Dj

Local: Belchior Escola de Beats – Rua Aristides Lobo, 134

Horário: de 9h às 18h

Tel: (91) 8149-1991 / 9231-6531

Faixa etária: a partir de 18 anos

  • Esporte

Oficina de Skateboard

Oferecer através da prática de skate momentos de descontração e apreciação lúdica por parte

do público , criando maior interação com os jovens, principalmente dos moradores do bairro.

Etapa 1: Uma hora de aprendizado básico

Etapa 2: Apresentação dos atletas da MARCA

Etapa 3: Campeonato

Instrutor: Gabriel Leão e Michel Frank

Horário: de 9h às 18h

Local: Praça Maranhão em frente à Igreja de Santana, na Rua Padre Prudêncio esquina com Manoel Barata – Campina

Tel: (91) 3086-9716

Faixa etária: 6 a 15 anos.

  • Reciclagem – Oficinas sobre Papel

Introdução à encadernação artística com o modelo “blocado”, em que os cadernos e a capa  são fixados apenas com cola e produção do papel artesanal (ou “reciclado”) reaproveitando o  papel já usado para finalidades artísticas

Etapa 1: mini oficina de papel artesanal

Etapa 2: mini oficina de encadernação

Horário: de 10h às 17h

Local: Associação dos Amigos dos Arquivos Públicos do Estado do Pará – Av. Portugal, 267 (altos)

Tel: (91) 3353-6335

PROGRAMAÇÃO DOS ESPAÇOS E ENDEREÇOS

Mapa15.10.2014_VersaoX15

BAIRRO DE CAMPINA

  • Associação dos Amigos do Arquivo Público – Av. Portugal, 267 (altos) – Campina

10h: Apresentação de performance teatral – “Carta” – Baseado em conto de Machado de Assis, a performance teatral com duração aproximada de 5 minutos coloca o papel como protagonista e principal suporte da história, ao mesclar figurinos feitos deste material com a importância que um documento de papel tem na vida das pessoas.

10h15: Palestra “As mangueiras não nos dão só mangas”, com Virgílio Moura.

O artista plástico Virgílio Moura explana sobre a importância das centenárias mangueiras para o espaço urbano e cultural de Belém e a sua experiência de usar refugos dessas árvores cortadas da “cidade das mangueiras” para a confecção de peças artísticas como forma de reflexão do futuro deste patrimônio natural.

11h: Mini oficina de encadernação

Introdução à encadernação artística com o modelo “blocado”, em que os cadernos e a capa são fixados apenas com cola.

15h: Apresentação de performance teatral – “Carta”

15h15: Mini oficina de papel artesanal – Produção do papel artesanal (ou “reciclado”) reaproveitando o papel já usado para finalidades artísticas.

16h15: Mini oficina de encadernação

Entre 10h e 17h – Exposição de peças feitas com refugo de mangueiras cortadas.

Contato: 3225-2754

  • Restaurante Largo da Palmeira – Rua Senador Manoel Barata, 719, entre Padre Prudêncio e 1º de Março – Campina

Horário de funcionamento: 11h às 15h30

Contato: 3241-5673

  • Belchior Escola de Beats – Rua Aristides Lobo, 134

9h às 18h: workshop de Iniciação à música eletrônica

Contato: (91) 8149-1991 / 9231-6531

 

  •  Hope – Skatehouse – Rua Aristides Lobo, 134 – Campina

9h às 18h: venda de produtos do universo skateboard, entre outras, vídeos e revistas históricas para se manter informado sobre o passado e o presente da cena do skate.

Contato: 3086-9719 / 8123-6886/ 8707-6116

  • Kamara Kó Galeria – Trav. Frutuoso Guimarães, 611, entre Riachuelo e General Gurjão – Campina

 10h às 18h: Exposição com imagens da mostra “Silêncios e Vazios”, fotografias de Ana Mokarzel e Pedro Cunha. Além de exposição, estarão disponíveis pequenas obras do acervo de diversos artistas e as publicações “Corte Seco”, “Efêmera Paisagem” e “Passageiros”, de Alberto Bitar; “Ikaros”, de Marc Dumas; “O Livro do Sol”, de Gilvan Barreto; e “Japanamazonia” da Kamara Kó.

Contatos: (91) 3261-4809 / (91) 8117-9730 / (91) 8190-7084

 

  • Associação Fotoativa – Trav. Frutuoso Guimarães, 615, entre Riachuelo e General Gurjão – Campina

10h às 18h: Venda de livros e produtos da Associação Fotoativa que está provisoriamente ao lado a Kamara Kó Galeria.

Contato: 3225-2754

  • Tapioquinha da Dona Cléia – Trav. Frutuoso Guimarães, 691, entre Carlos Gomes e General Gurjão – Campina

 À partir das 10h –  bolos, cuscuz e tapioquinhas

  • Restaurante Dona Joana – Trav. Campos Sales, 482, entre Aristides Lobo e Ó de Almeida – Campina

10h: brunch

11h: apresentação do Quarteto Sonare

12h: almoço

Horário de funcionamento: 10h às 16h

Contato: 8819-5513

  • Discosaoleo – Trav. Campos Sales, 628, porão, entre Riachuelo e General Gurjão – Campina

10h às 18h: aberto ao público

Programação Especial de música

11h30: Cais Virado

15h30: Pio Lobato

17h30: A Trip to Forget Someone

18h: Encerramento especial com os amigos Hare Krishna

Contato: 8345-4047

  • Atelier Sopro – Michelle Cunha – Trav. Campos Sales esquina com Passagem Fiúza – Campina

 10h às 18h: 1ª Mostra de camisetas “pinturas para vestir”, com os artistas Clarisse Pintat, Gabriel Urasaki, Michelle Cunha, Mauricio franco, Starllone Souza, Karinha. Exposição de ilustrações de Michelle Cunha. Quitutes da tia Naza.

Contato: 8272-1350

  • Casa Dirigível Espaço Cultural – Trav. Padre Prudêncio, 731, entre Rua Gama Abreu e Carlos Gomes – Campina

16h às 21h: venda de comidas (churrasquinho da dona Mustafá e tapioca do Star) e bebidas

Exposição “A grande tormenta do ocidente”, de Paloma Franca

16h às 18h – Oficina de dança, com Danilo Bracchi

Espetáculos teatrais: “Círio de Nossa Senhora de Nazaré a fé que nos move”, grupo de teatro Sant’Arte e “Olívia”, de Starllone Souza.

Contato: 3355-3861

 

BAIRRO DA CIDADE VELHA

  • Atelier do Porto – Trav. Gurupá, 104, entre Dr. Malcher e Dr. Assis – Cidade Velha

10h às 18h: exposição “Passagem”, Pablo Mufarrej, e obras do acervo dos artistas Elaine Arruda, Alexandre Sequeira, Alberto Bitar, Armando Sobral, Ruma, Elieni Tenório, dentre outros.

10h às 14h: Igreja do Carmo – “Visitas Guiadas às Obras de Restauro da Igreja do Carmo”

16h: Andreia Pinheiro e convidados. Choro e Samba de Raiz no Bar Nosso Recanto (Salomão), na Praça do Carmo

10h às 18h: Programação Fórum Landi: Exposição Gráfica Hoje, com obras de Armando Sobral, Elaine Arruda e cartazes xilográficos.

Contato: 3085-6438

  • Bar do Rubão – Travessa Gurupá, 312, entre Cametá e Dr. Malcher – Cidade Velha

12h: a tradicional casquinha de caranguejo mais famosa do bairro.

Contato: 9122-4232

  • Atelier da Drika – Trav. Capitão Albuquerque, 300 – Cidade Velha

Exposição das obras de Drika Chagas

Horário de Funcionamento: 10 às 18h.

Contato: 8155-5926

  • Editora da UFPA no Fórum Landi – Rua Siqueira Mendes, 60 – Cidade Velha

10 às 18h: a editora terá um estante dentro do espaço Fórum Landi, excepcionalmente para o Circular Campina – Cidade Velha, com venda de títulos da própria editora e de instituições parceiras.

BAIRRO DE CAMPINA/ REDUTO

 

  • Elf Galeria – Av. Gov. José Malcher – Passagem Bolonha, 60 – Nazaré

10h às 18h: “Projeto Sobre o Rio”, exposição individual da artista visual Melissa Barbery (fotografia e time-lapse).  Visitação até o dia 8 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 10 às 19h, e aos sábados, das 10 às 14h.

Contato: 3224-0854

  • Atelier do Sebá Tapajós Jr – Travessa Piedade, 317, entre Gaspar Viana e 28 de Setembro – Reduto

10 às 18h: apresentação do Reduto Walls e passeio pela rua piedade visitando alguns muros com trabalhos do projeto.

Contato: 8141- 4292

  • Galeria Gotazkaen – Rua Ó de Almeida, 755 – Reduto

 15 às 19h – Poukas Trancaz, projeto que surgiu em abril de 2014 com o intuito de aproximar artistas, que por alguma razão, mesmo morando na mesma pequena cidade, não se conheciam. Foram cinco eventos Poukas Trancaz ao longo de seis meses, onde foram realizadas a apresentação e troca de artes entre artistas. A cada nova edição éramos surpreendidos com trabalhos belíssimos que nunca havíamos visto antes, foi então que surgiu a ideia de começarmos a fazer uma pequena curadoria e escolher 12 artistas para uma exposição que ocuparia as paredes da galeria por 40 dias. A edição (mais do que) especial do Poukas Trancaz será uma exposição coletiva com 12 artistas que passaram rapidamente por nossas paredes em eventos anteriores e chamaram muito a nossa atenção. Eles são: Nil Cerqueira, Fábio Vermelho, Clarisse Pintat, Roberta Couto, Tobias da Luz, Diana Figueroa, Jéssica Araújo, Mateus Sil, Daniel Zuil, Théo Lima, Sucks e Layse Almada.

Contato: 3347-6632

 

Fonte: Assessoria Comunicação Projeto Circular Campina-Cidade Velha

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s