ENCONTROS MUNICIPAIS DA CAMPANHA DO CARIMBÓ SEGUEM PROMOVENDO A ESCUTA E PARTICIPAÇÃO DE MESTRES E GRUPOS CARIMBOZEIROS SOBRE A SALVAGUARDA

O Carimbó tornou-se Patrimônio Cultural brasileiro em setembro de 2014. O Registro do Carimbó no Livro de Registro das Formas de Expressão é, antes de tudo, uma forma de reconhecimento e busca a valorização desta importante expressão cultural paraense. Ao Registrar um bem cultural, o Iphan se compromete a preservá-lo e valorizá-lo, promovendo sua ampla divulgação e promoção e apoiando sua continuidade de modo sustentável por meio da chamada salvaguarda de bens registrados.

A política institucional de salvaguarda tem como premissas fundamentais a gestão compartilhada e a sustentabilidade dos bens culturais registrados. O planejamento e a execução de ações que viabilizem a continuidade das práticas culturais deve ocorrer com a participação direta dos grupos e segmentos detentores do bem registrado. Este processo deve ser amplamente participativo, caracterizando uma interlocução continuada entre Estado e Sociedade.

Nesse sentido, a Campanha do Carimbó vem promovendo um novo ciclo de Encontros Municipais do Carimbó, com o intuito de realizar um amplo processo de mobilização e de escuta dos grupos e segmentos detentores desse bem cultural. É importante frisar que a iniciativa da realização dos Encontros Municipais do Carimbó partiu dos próprios grupos e Mestres, reunidos através da Campanha Carimbó Patrimônio Brasileiro. A mobilização e organização dos Encontros ocorrem sob a coordenação da “Campanha”, que tem realizado uma ampla mobilização em diversos municípios do Pará.

Encontro Carimbó Marapanim Sede 21 mar 2015 (20)
Marapanim, 21/03/2015

Encontro Carimbó Marapanim Sede 21 mar 2015 (18)

“Esses Encontros pretendem reunir os diversos grupos de Carimbó de cada município, seus mestres, músicos e dançarinos, as entidades culturais e as instituições públicas de cultura locais, buscando expressar as vozes e anseios da comunidade carimbozeira em relação à sua auto-organização coletiva e às ações de salvaguarda do Carimbó decorrentes de seu registro como patrimônio imaterial nacional”, explica Isaac Loureiro, membro da coordenação da Campanha.

Ao longo do mês de março já foram realizados cinco encontros, nos municípios de Maracanã, Marapanim, Vigia e Ananindeua, este último contemplando grupos da região metropolitana de Belém.

Outros treze encontros estão previstos, com a expectativa de contemplar cerca de vinte municípios.

Encontro Carimbó Santarém Novo 11 abr 2015 (96)
Santarém Novo, 11/04/2015

Neste final de semana ocorrerão encontros em São João de Pirabas (dia 10), Santarém Novo (dia 11) e Salinópolis (dia 12). No outro final de semana a rota será o Marajó, com encontros em Salvaterra (17), Soure (18), Santa Cruz do Arari (19) e Cachoeira do Arari (20). Estão agendados eventos semelhantes em Terra Alta, Curuçá, São Miguel do Guamá, Colares, Primavera e em Alter do Chão, no Oeste do Pará.

Encontro Carimbó Salinas 12 abr 2015 (72)
Salinas, 12/04/2015

Encontro Carimbó Salinas 12 abr 2015 (155)

Mas não para por aí. A intenção da Campanha é realizar um Congresso Estadual do Carimbó, que sirva como um fórum deliberativo para apresentação e encaminhamento de propostas de ações que possam compor o Plano de Salvaguarda do Carimbó.

“A participação direta de grupos e segmentos produtores ou detentores do bem cultural Registrado, nesse caso o Carimbó, no planejamento, elaboração, execução e avaliação das ações de salvaguarda é uma condição primordial. É dever do Iphan considerar a representatividade dos grupos, comunidades e organizações do segmento, gerando um amplo processo de discussão em prol da salvaguarda, no qual os diferentes segmentos que compões o universo cultural do carimbo sejam contemplados. A participação e parceria do Iphan-PA nos encontros propostos pelos próprios detentores devem alcançar esse objetivo.”, esclarece Cyro Lins, técnico em antropologia do Iphan-PA que está acompanhando os ativistas da Campanha em todos os encontros nas comunidades.

O I Congresso Estadual do Carimbó, evento de culminância de todos esse processo de mobilização e discussão, está previsto para acontecer nos dias 15, 16 e 17 de maio em Belém. Deverão participar dezenas de mestres e lideranças carimbozeiras de todo o estado, que estão sendo escolhidos como delegados em cada encontro municipal.

Maiores informações com a coordenação da Campanha do Carimbó:
(91) 98191-6690 / 99993-2613
carimbopatrimonioculturalbr@gmail.com
https://www.facebook.com/campanhadocarimbo

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s