1º Encontro Norte Capoeira – debate sobre a salvaguarda da Capoeira na região.

Uma iniciativa pioneira terá início no próximo dia 18 de novembro, em Manaus. É o 1º Encontro Norte Capoeira que tem como objetivo dialogar sobre as ações de salvaguarda desenvolvidas nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, sendo um espaço para compartilhar as dificuldades, desafios e conquistas das Federações de Capoeira.encontro_norte

Realizado pela Federação de Capoeira do Estado do Amazonas, o Encontro busca uma maior aproximação entre os estados para discutir e analisar os mecanismos e instrumentos de proteção e fomento, visando uma maior participação social nas políticas públicas.

A prática, que tem o ofício de mestre e a roda de capoeira reconhecida desde 2008 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) está presente em todos os estados do Brasil. A Roda de Capoeira ganhou em 2014 da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) o título de Patrimônio Cultura Imaterial da Humanidade.

A iniciativa inédita reunirá federações, entidades de capoeira, secretarias estaduais e municipais e sociedade civil dos estados para discutir, entre outros temas, as legislações que tratam do fomento e políticas públicas para a capoeira (Lei 10.639/03), bem como o estatuto da igualdade racial (Lei federal 12.288/10). A ideia é debater como se efetivar demandas da comunidade capoeira, bem como conscientização, formação e mobilização por parte dos capoeiristas nesse processo.

O Departamento de Patrimônio Imaterial do Iphan participa da iniciativa exclusiva da Federação de Capoeirista de Manaus fornecendo orientações e encaminhamentos sobre as salvaguardas nos estados. O evento segue até o dia 20 de novembro no Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daoul, em Manaus. Informações: capoeira_fac@hotmail.com

Capoeira
A Roda de Capoeira – inscrita no Livro de Registro das Formas de Expressão, em 2008 – é um elemento estruturante de uma manifestação cultural, espaço e tempo, onde se expressam simultaneamente o canto, o toque dos instrumentos, a dança, os golpes, o jogo, a brincadeira, os símbolos e rituais de herança africana – notadamente banto – recriados no Brasil.

Profundamente ritualizada, a roda de capoeira congrega cantigas e movimentos que expressam uma visão de mundo, uma hierarquia e um código de ética que são compartilhados pelo grupo. Na roda de capoeira se batizam os iniciantes, se formam e se consagram os grandes mestres, se transmitem e se reiteram práticas e valores afro-brasileiros.

A capoeira é uma manifestação cultural presente hoje em todo o território brasileiro e em mais de 150 países, com variações regionais e locais criadas a partir de suas “modalidades” mais conhecidas: as chamadas “capoeira angola” e “capoeira regional”. Em 2014, a 9ª Sessão do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda aprovou, em Paris, a Roda de Capoeira como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Mais informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação Iphan

comunicacao@iphan.gov.br

Fonte: Iphanbr

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s